Linguagem corporal em vendas: 10 dicas para melhorar a sua

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
linguagem corporal
Tempo de leitura: 6 minutos

Linguagem corporal em vendas: 10 dicas para melhorar a sua

Confira o que é linguagem corporal em vendas, como afeta as suas negociações e confira dicas de como melhorá-la para vender cada vez mais.

A linguagem corporal é essencial em todo tipo de relacionamento frente à frente com seus consumidores. Afinal, nós seres humanos somos muitas vezes capazes de perceber pequenas sutilezas como alterações no tom de voz, comportamento, expressões faciais e claro, movimentos do corpo.

Para entender sobre o que estamos falando, recorde-se quantas vezes você encontrou um vendedor que realmente não se posicionava como alguém que está animado, motivado a vender e a atendê-lo da melhor forma possível?

O fato é que o impacto do seu comportamento e fisicalidade durante negociações e vendas é realmente significativo e, por isso, você como vendedor deve se preparar para melhorar a sua linguagem corporal em vendas.

Para ajudá-lo, trouxemos 15 dicas de ouro para que possa se atentar à como seu corpo se comunica. Vamos lá!

O que é linguagem corporal em vendas?

Antes de começarmos a apresentar as dicas, é importante destacarmos todos os elementos e diferentes tipos de ações que realmente afetam a sua linguagem corporal em vendas.

Primeiramente, é importante entender que linguagem corporal como um todo pode ser dividido nos seguintes tipos:

  • Paralinguagem: relacionada ao seu tom de voz e alterações do mesmo;
  • Tacêsica: relacionada ao toque e contato físico;
  • Proxêmica: relacionada a como você utiliza o espaço ao seu redor durante a comunicação;
  • Cinésica: relacionada aos seus gestos e expressões faciais;
  • Fisicalidade: como você se veste, se porta e a aparência e forma de seu corpo.

Todos estes aspectos afetam suas chances de sucesso durante uma negociação e, por isso, é importante otimizar todos eles, confira nossas dicas.

1. Vista-se de forma adequada

Nossa primeira dica para melhorar a linguagem corporal em vendas trata sobre o que você precisa fazer antes mesmo de encontrar seus clientes frente a frente.

Vista-se adequadamente de acordo com seu ambiente de trabalho e profissão para que possa transmitir segurança, profissionalismo e confiabilidade para seus clientes.

Para exemplificar, lembre-se que você não encontra funcionários de bancos usando vestimentas casuais e não encontra personal trainers em uma academia usando trajes formais como ternos e paletós.

Felizmente, cada nicho de mercado já possui seu próprio “código de vestimenta”, mesmo que este não seja formalmente descrito.

Basta seguí-lo e não terá problemas com este aspecto da linguagem corporal, a não ser que a proposta da empresa na qual trabalha seja diferente e use um código de vestimenta que vá contra o esperado propositalmente.

2. Inicie a conversa com um cumprimento cordial

Busque sempre cumprimentar seus clientes de forma padronizada e cordial, como por exemplo através de um aperto de mão firme e rápido, enquanto olha o cliente nos olhos e se apresenta formalmente informando seu nome e função.

Este é um cumprimento que funciona para quase todos os nichos de mercado nos quais há comunicação frente a frente.

Entretanto, em alguns cenários o aperto de mãos não é bem vindo, como por exemplo caso você seja um atendente em um restaurante, por exemplo. Neste cenário, é preferível que você se apresente formalmente e também informe seu nome e função.

O foco aqui não é necessariamente o contato físico através de um aperto de mão, mas sim que transmita de forma confiante e clara como você pode ajudar o consumidor, colocando-se à sua disposição e dedicando seu tempo inteiramente ao mesmo.

3. Mantenha seu olhar focado durante a conversa

O ditado “os olhos são o espelho da alma” não existe por acaso, o fato é que seu olhar realmente é um dos pontos chave para a construção de uma excelente linguagem corporal em vendas.

Enquanto um olhar focado ajuda a transmitir segurança no que está sendo repassado para o cliente e servir como mais uma ferramenta de persuasão, um olhar sem foco demonstra falta de interesse e motivação por parte do vendedor, algo facilmente perceptível pelos clientes.

Além disso, o movimento de suas sobrancelhas podem ajudar a transmitir diferentes sentimentos, como confusão, assertividade, compreensão, etc.

Mas claro, nada disso significa que você não possa desviar seu olhar adequadamente durante uma conversa, especialmente caso esteja fazendo com que seu cliente se sinta desconfortável. O ponto é manter um olhar focado e vivo, mas não necessariamente fixo no consumidor a todo momento.

4. Evite interrupções durante a comunicação

Outro aspecto importantíssimo sobre a linguagem corporal em vendas é certificar-se que está dedicando seu tempo exclusivamente ao cliente que está atendendo.

Por isso, evite ao máximo atender telefonemas ou pausar o atendimento para resolver outras questões sempre que possível. É verdade que algumas vezes isso pode ser inevitável, mas o fato é que você deve valorizar o tempo do cliente.

Interrupções na comunicação podem afetar negativamente a assertividade do cliente em relação à tomada de decisão de compra e também quebrar sua linha de persuasão.

Quando realmente precisar interromper um atendimento para lidar com qualquer outra questão não pertinente ao mesmo, explique a situação para o cliente, peça licença e ofereça uma estimativa real de quanto tempo você irá demorar.

5. Gesticule, mas não exagere

Gesticular enquanto fala é algo natural para diversas pessoas, mas não todos. Este aspecto conhecido como linguagem corporal cinésica também é muito importante, pois permite que você use seu corpo e expressões faciais para dar suporte às informações que está transmitindo aos seus clientes.

Entretanto, é importante que você não gesticule de forma exagerada, pois isso pode distrair seu cliente. É importante evitar também alguns gestos que podem afetar negativamente a sua linguagem corporal em vendas, como:

  • Cruzar os braços, colocar as mãos no bolso ou na cintura: pode transmitir inflexibilidade ou falta de interesse;
  • Balançar as pernas enquanto sentado ou bater o pé: pode transmitir pressa, ansiedade e insegurança;
  • Mexer no cabelo, tocar seu nariz ou bocejar: pode transmitir insegurança, assim como representar que está mentindo ou não tem certeza sobre o que está apresentando.

Foque em gesticular para reforçar e ilustrar seus pontos e você não terá dificuldade com este aspecto crítico da linguagem corporal. Além disso, é aconselhável evitar tocar o cliente o máximo possível, exceto quando absolutamente necessário.

linguagem corporal

6. Mantenha um tom de voz firme e amigável

De forma semelhante aos nossos olhos, nossa voz também é capaz de transmitir diversos tipos de sentimentos e particularidades durante uma conversação, especialmente na hora de vender.

Manter um tom de voz amigável pode parecer óbvio, mas é importante que ele seja genuíno e firme, sendo capaz de transmitir que você realmente está dedicado a atender e servir o cliente.

Um tom amigável forçado pode ser percebido como falso, algo extremamente detrimental à comunicação, pois não transmite segurança ou menos empenho na execução de seu papel como vendedor.

7. Use seus arredores sempre que necessário

Quando trabalhando em uma loja física, pedir para que seu cliente o acompanhe para que possa apresentá-lo produtos ou demonstrar serviços pode fazer toda a diferença.

Sempre que um cliente perguntar onde pode encontrar um produto ou pedir por sugestões, ao invés de simplesmente apontar ou falar a seção, sempre que possível, leve-o até o local e coloque-se à disposição para tirar as suas dúvidas.

8. Use o rapport

Rapport é um conceito de psicologia que se refere à técnica usada para formar uma ligação de empatia e sintonia com outra pessoa. O termo deriva do francês para rapporter, que significa “trazer de volta”.

No âmbito de linguagem corporal em vendas, isso significa ser flexível o suficiente para ajustar seu linguajar, tom de voz e fisicalidade aos mesmos usados pelo cliente com quem está conversando.

Entretanto, é importante que isso aconteça de forma sutil, caso contrário é possível que o consumidor perceba isso de forma ofensiva, como se você estivesse zombando de seu comportamento ou linguajar.

9. Mantenha uma boa postura

Assim como seus olhos, gestos e expressões faciais, a sua fisicalidade e postura dizem muito sobre seu estado.

Portanto, tanto levando em consideração os benefícios relacionados à saúde quanto sua linguagem corporal, busque sempre manter uma boa postura, mantendo seu tronco e costas retos, ambos pés apoiados no chão e pescoço alinhado com seus ombros.

Inclusive, a boa postura também é reconhecida como um fator capaz de melhorar a sua produtividade no trabalho.

10. Não demonstre pressa

Para finalizar nossa lista de dicas sobre como você pode melhorar a linguagem corporal em vendas, não poderíamos falar sobre algo que pode ser realmente detrimental à comunicação com seus clientes: a pressa.

Durante uma venda, não faça nada correndo ou de forma acelerada para evitar que seu cliente entenda que você não está com tempo para atendê-lo, ou não é capaz de dedicar seu tempo exclusivamente ao mesmo.

Já mencionamos a importância de valorizar o tempo do cliente, mas isso não significa que você deve correr ou agir com pressa para finalizar o atendimento.

É importante encontrar um equilíbrio entre ser eficiente e agir com pressa, portanto, mantenha um ritmo natural para não danificar a comunicação e a sua linguagem corporal.

Aprendeu a melhorar a sua linguagem corporal em vendas?

Esperamos que este conteúdo tenha o ajudado a melhorar todos os aspectos relacionados à como você se comporta, fala e age durante negociações em seu dia a dia.

É claro, ter um ambiente de trabalho agradável e capaz de suportá-lo faz toda a diferença para que possa empenhar seu papel da melhor forma possível.

Inclusive, é exatamente por isso que você deve considerar usar ferramentas que podem ajudá-lo a gerenciar o relacionamento com clientes de forma eficiente, como por exemplo o sistema de CRM da Meets. Dessa forma, você não esquecerá de retornar um contato e poderá sempre se manter em dia com todas as suas tarefas e atividades de vendas, vale a pena conferir.

Tavares

Tavares

Deixe seu comentário

Posts Recentes

Sobre nós

O Meets foi concebido para tornar as coisas simples e práticas. Ao permitir que você visualize todo o seu processo de vendas acompanhando as atividades certas a serem realizadas.

Siga-nos

Vídeo Tutorial

Comece com conta GRATUITA!

Nenhum cartão de crédito é necessário.
Ao clicar em “Cadastre-se”, você concorda com a nossa Política de Privacidade

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies necessários para o seu funcionamento e necessários para atingir os objetivos ilustrados na política de cookies. Se você quiser saber mais ou retirar seu consentimento para todos ou alguns dos cookies, consulte a política de cookies . Ao fechar este banner, rolar esta página, clicar em um link ou continuar a navegar de outra forma, você concorda com o uso de cookies. Mais informações

As configurações de cookies neste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você estará concordando com isso.

Fechar